Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Cinematográfica e do Audiovisual dos Estados de São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins e Distrito Federal.

Voltar
Notícias
publicado em 03/08/2017 - Notícias

Morre trabalhador em set e outro fica gravemente ferido

Carlos José da Cunha, o Cacá, pai de família, sócio da entidade e profissional atuante, faleceu ontem (2/8) no set de filmagem. Mais uma vez, a precariedade das condições de trabalho levou a um acidente fatal. Francisco Xavier de Jesus Bispo, o Chicão, também se feriu e está internado em estado grave.
O acidente ocorreu na noite de ontem, durante a filmagem de um comercial no bairro do Brás, em São Paulo, quando os técnicos, que estavam desmontando equipamentos de iluminação, tocaram a rede de alta tensão de 13.800 volts e foram jogados de uma altura de oito metros. 
A produtora Silhueta, fundada em 2013, contratada para a filmagem, é uma empresa individual, com capital social de R$ 100 (cem reais) e sede em endereço residencial no Alphaville. Ao que consta não possui o registro obrigatório para atuar no mercado de cinema publicitário. Os técnicos não receberam os equipamentos de segurança e estavam atuando em uma situação completamente inadequada. A Eletropaulo não foi comunicada do trabalho próximo à rede de alta tensão e por isso não foi feito o isolamento necessário. 
O Sindcine (Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Cinematográfica e do Audiovisual) vai acompanhar o inquérito e esclarecer se havia contratos legais, seguro, e a responsabilidade pela segurança no set de filmagem. A presidente Sonia Santana e o tesoureiro Nivaldo Silva acompanharam os acontecimentos desde o primeiro momento para dar apoio às vítimas e suas famílias. Eles estiveram no local do acidente, nas delegacias para o boletim de ocorrência e no hospital Tatuapé, onde Chicão está internado.
O mercado precisa mudar suas condutas e deixar de lado as práticas caseiras, agindo de forma realmente profissional. Isso implica custos e tempo de produção que não podem ser dispensados. Estamos pagando com nossas vidas por cortes de custo que nunca poderiam acontecer.
O Sindcine assume o compromisso de travar uma guerra contra a precariedade das condições de segurança nos sets de filmagem brasileiro. Esta tragédia não passará em branco.

Sindcine é uma marca registrada. Todos os direitos reservados.